Coluna pediátrica


Escoliose idiopática


Escoliose Idiopática é o tipo mais comum de escoliose, representando aproximadamente 85% de todos os casos. Ao mesmo tempo que qualquer um pode desenvolver escoliose idiopática em qualquer idade entre o começo da infância e adolescência, este tipo de escoliose é mais comumente visto entre indivíduos que atingiram o estirão de crescimento da adolescência, que ocorre cerca de um ano antes e depois da puberdade.

A escoliose idiopática é mais comumente vista em meninas do que em meninos. Aproximadamente 80% dos indivíduos com escoliose idiopática são do sexo feminino e 20% masculino.


Tipos

A escoliose idiopática é dividida em três tipos de acordo com a idade em que ela se apresenta: escoliose idiopática infantil, escoliose idiopática juvenil e escoliose idiopática do adolescente.

  • Escoliose Idiopática Infantil

    Crianças que desenvolvem escoliose idiopática entre o nascimento e idade de 3 anos são classificados como portadores de escoliose idiopática infantil. Ela é uma condição relativamente rara que é normalmente notada pelos pais a medida que a criança começa a sentar ou ficar em pé.

    A escoliose idiopática infantil é mais comum entre meninos do que entre meninas.

    Aproximadamente 80% dos casos de escoliose idiopática infantil tendem a melhorar espontaneamente. As 20% restantes, entretanto, tendem a desenvolver uma progressão significativa da curva.

    Apesar da maioria dos casos de escoliose idiopática infantil tenderem à melhora, o curso clínico é imprevisível. Apesar de haverem alguns sinais de mau e bom prognóstico nos exames de raio-x, os médicos não podem dizer com certeza quais curvas irão piorar e quais irão melhorar.

    Acompanhamento de perto com visitas frequentes ao médico será necessário para determinar quais curvas irão se resolver sozinhas e quais irão piorar.

  • Escoliose Idiopática Juvenil

    A escoliose idiopática juvenil acontece em crianças que apresentam escoliose idiopática em idade entre 3 e 10 anos. A incidência de acordo com o sexo varia. Dos 3 aos 7 anos, a escoliose idiopática juvenil é mais frequente em meninos, enquanto que dos 7 aos 10 anos, ela é mais comum em meninas do que meninos.

    Pelo fato dos pacientes com escoliose idiopática juvenil ainda terem crescimento remanescente da coluna significativo, eles têm uma chance maior de progressão da curva.

  • Escoliose Idiopática do Adolescente

    Pessoas que desenvolvem escoliose idiopática com idade entre os 10 e 18 anos tem escoliose idiopática do adolescente. Ela normalmente se desenvolve durante o estirão do crescimento da adolescência, o qual ocorre ao redor de 1 ano antes e depois da puberdade.

    A escoliose idiopática do adolescente é a mais comum forma de escoliose idiopática assim como a mais comum escoliose entre todas. Aproximadamente 20-25% dos adolescente com escoliose idiopática tem história familiar positiva. A escoliose idiopática do adolescente é mais comum entre as garotas do que entre os garotos.

    Pelo fato dos pacientes com escoliose idiopática do adolescente não terem terminado seu crescimento ainda, existe risco de progressão e piora da curva. Indivíduos que desenvolvem escoliose idiopática do adolescente podem precisar de colete, e, se a curva continuar progredindo, podem precisar de cirurgia.


Particularidades

Apesar das curvas associadas com escoliose idiopática poderem aparecer em qualquer lugar da coluna, em geral, pacientes com este problema tendem a ter uma curva torácica à direita quando for uma curva única, ou uma curva torácica direita com uma curva lombar para a esquerda fazendo um formato em “S” da coluna. Estes são os tipos mais comuns de apresentação das curvas na escoliose idiopática do adolescente.


Quando procurar tratamento?

Pessoas que notarem qualquer deformidade ou assimetria na sua coluna ou sinais como diferença na altura dos ombros ou uma giba nas costas quando se curvam para frente deveriam ver um pediatra ou médico especialista para fazer um exame geral para escoliose. Casos documentados de escoliose idiopática devem ser tratados e acompanhados por um ortopedista ou profissional especializado no tratamento da escoliose idiopática.


Agende uma consulta

Aguarde Dr. Nelson Astur Neto - Aguarde - Estamos enviando sua mensagem. Estamos enviando sua mensagem.
Sua mensagem foi enviada com sucesso! Dr. Nelson Astur Neto - Sua mensagem foi enviada com sucesso! - Favor aguardar o nosso contato. Favor aguardar o nosso contato.
Dr. Nelson Astur Neto - Instituto Astur
Instituto Astur Av. Pacaembu, 1024 - Pacaembu - São Paulo/SP
Dr. Nelson Astur Neto - Telefone
11 3825.CLIQUE
Dr. Nelson Astur Neto - Hospital Albert Einstein
Hospital Albert Einstein Av. Albert Einstein, 627 - Bloco A1
Pavilhão Vicky e Joseph Safra - 3º. andar
Sala 306 - Morumbi - São Paulo/SP
Dr. Nelson Astur Neto - Telefone
11 2151.CLIQUE